Boletos bancários são uma maneira simples e prática de pagar contas, mas infelizmente, fraudes como o golpe do boleto bancário falso tem se tornado cada vez mais comuns. Para evitar cair nessa armadilha criminosa, veja abaixo algumas dicas que te ajudam a garantir a autenticidade dos boletos enviados pelo Trinks.

Checar os Dados do E-mail

📌 Antes de abrir, verifique o endereço de e-mail do remetente. Se for desconhecido ou o nome parecer estranho, com letras e números misturados, pode ser golpe ou até mesmo um vírus.

📌 Se o e-mail pedir seus dados bancários ou cadastrais, desconfie, caso o Trinks precise de alguma informação pessoal sua, entrará em contato pessoalmente ou por outros canais.

Checar os Dados do Boleto

📌 Sempre suspeite de uma cobrança que você não está esperando, e ao receber o documento, confira seus dados pessoais, como CPF, busque por erros de português e de formatação. Observe os erros no modelo abaixo:

❌o Trinks utiliza o banco Bradesco para emissão de boleto;

❌perceba a formatação diferente entre os dois CNPJ, nome do banco, e do

número logo acima do vencimento, que está fora da margem da folha;

📌 Verifique ainda se os primeiros dígitos do código de pagamento coincidem com o código do banco emissor do boleto. No caso do Trinks, o banco emissor é o Bradesco que usa o código 237.

📌 Além disso, desconfie se o documento não for detectado por leitura ótica ou se alguma barra do código estiver ausente. Caso isso ocorra, é aconselhável entrar em contato com o Trinks para saber se há algo de errado com o boleto emitido e checar a veracidade do documento.

📌 Evite pagar cobranças que chegam por e-mail ou pelos correios sem verificar a sua veracidade antes. O mais seguro é acessar o site oficial do Trinks,fazer o login, e realizar a emissão do boleto diretamente. Para aprender a emitir seu boleto, basta acessar Como baixar seu boleto?

Encontrou sua resposta?